Quarta-feira, 3 de Outubro de 2007

Apresentação

Ora viva!

Somos um grupo constituido por 5 rapazes, que num futuro próximo tencionam formar uma carreira na área da engenharia. Decidimos concorrer ao concurso Cidades Criativas, porque achamos um projecto interessante a desenvolver ao longo deste ano lectivo.

E para começar, uma breve introdução sobre a história da Cidade do Seixal, cidade essa que será o objecto de estudo deste trabalho.

 

Cidade do Seixal, a História

 

Quando se olha para a Baía do Seixal percebe-se logo a razão da sua importância. Tudo aconteceu à volta desta, desde a época romana, comprovada pelos sítios arqueológicos da Quinta de S. João, em Arrentela, à época dos Descobrimentos e até aos nossos dias. O próprio nome Seixal, deve-se provavelmente à grande quantidade de seixos existentes na zona e que eram utilizados como lastro nas embarcações.

Terra de pescadores e de quintas senhoriais, a cidade do Seixal evoluiu ao longo dos tempos, sempre com uma íntima ligação ao rio, pois era através deste que todos os produtos como o peixe, cereais, sal, azeite, vinho, fruta e outras matérias-primas eram escoados para a capital e até exportados.

Já no século XV, na época dos Descobrimentos, foi devido à sua excelente localização geográfica, que se instalaram no Seixal vários estaleiros navais e se iniciou o aproveitamento das marés com a construção  de moinhos de maré. Com esta profunda ligação ao rio, naturalmente existiam diversas profissões como moleiros, calafates, carpinteiros de machado, entre outros.

Quando estamos na Baía e olhamos à volta observa-se um conjunto de unidades fabris, as quais foram o grande impulsionador do desenvolvimento económico da cidade, como a Companhia de Lanifícios da Arrentela e a Fábrica de Cortiça Mundet no Seixal. Estas instalações, a conjunto com as já existentes, transformaram uma cidade relativamente rural numa cidade industrial. A inauguração da Siderurgia Nacional, em 1961, e a ponte sobre o Tejo inaugurada, em 1966, foram os grandes impulsionadores da explosão demográfica e do desenvolvimento económico e social na cidade..

 

 

Pesquisa realizada no livro "História do Concelho do Seixal" de António J. Nabais 2ªedição 1982

 

João Tavares

Sinto-me:
Música: "São os Loucos de Lisboa" Ala dos Namorados
Publicado por cidadecriativadoseixal às 22:18
link do post | Comentar | favorito
|
Visitantes

.Arquivos

. Janeiro 2008

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.Links

.Mais sobre nós

.Janeiro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
31
Weather Forecast
badge
blogs SAPO

.subscrever feeds